***Angola, Independência e Reconstrução ***

Projecto:

Documentário editado em DVD sobre Angola, decorridos 30 anos sobre a data da independência do país. As filmagens decorreram principalmente em Luanda, Foz do Kuanza, Lubango, Namibe e Parque Nacional do Iona.

Duração: 1 hora


Função:

Realizador.

Para além da realização, exerci as seguintes tarefas neste Projecto, com equipamento próprio:

- câmara

- edição/montagem em equipamento não linear

- sonoplastia e autoria da banda sonora

- masterização final para DVD, com som Dolby Digital Surround 5.1 (6 canais)

- design e artes gráficas: genérico do programa, produção de capas, folheto destacável e película para DVD


Obs. O texto para narração e a produção executiva estiveram a cargo do jornalista Rodolfo Ascenso.


Data:

Novembro 2005


Get Adobe Flash player

Descrição / Pormenores de Produção:

Passados os tempos difíceis, Angola respirou em Paz ao completar 30 anos de Independência. Angola e China têm há muito relações políticas e económicas, mas as culturas nunca se contactaram. Macau tem agora um papel relevante de plataforma entre os dois países, decorrente da presença da língua portuguesa.


Uma co-produção entre a Associação Angola-Macau e a TDM, com o Alto Patrocínio do Governo da Região Administrativa Especial de Macau e apoio da TPA.


Produzido em 4 versões (Português, Mandarim, Cantonense e Inglês), este documentário teve exibições na TDM, TPA (Angola), RTP, CCTV e várias estações regionais da China.


O DVD inclui alguns Extras: um slideshow  com imagens de Angola e um factbook interactivo.


Capa e desdobrável do DVD ver mais

*** Grande Prémio de Macau - Uma História de Sucesso***

Projecto:

Documentário editado em DVD, para celebrar o Jubileu do Grande Prémio de Macau - 50 anos de edições ininterruptas.

Duração: 1 hora


Função:

Realizador e Produtor.

Para além da realização, exerci as seguintes tarefas neste Projecto:

- edição/montagem em equipamento não linear

- sonoplastia e autoria da banda sonora

- masterização final para DVD, com som Dolby Digital

- design e artes gráficas: genérico do programa, produção de capas e película para DVD


Data:

2003

Descrição / Pormenores de Produção:

O Grande Prémio, o evento mais mediático de Macau, celebrou em 2003 um marco mportante na sua História, o Jubileu de Ouro.


A Comissão Organizadora do Grande Prémio encomendou esta obra à TDM, com o objectivo de se perpetuar a já longa história do evento.


Este documentário relata a sua história, desde o início humilde, ao longo de cinco décadas de expansão que espelham o desenvolvimento e vitalidade de Macau. É também uma retrospectiva das principais figuras e personalidades que nele participaram e ajudaram a dar forma a este evento único.


O Grande Prémio de Macau mantém um lugar especial no coração dos aficionados do desporto motorizado no mundo inteiro, sendo o circuito urbano com mais anos de realização ininterrupta de provas.


A lista de nomes famosos que competiram em Macau confunde-se com o " Who´s who" do desporto motorizado mundial. Ayrton Senna, Michael Schumacher, Mika Hakkinen, David Coulthard, Ralf Schumacher, Jacques Villeneuve, Pedro Lamy, Ron Haslam, Kevin Schwantz, foram alguns dos que experimentaram a sensação de negociar em alta velocidade a célebre curva do Hotel Lisboa e que surgem neste programa.


Nele se incluem também entrevistas com Michael Schumacher, Mika Hakkinen e David Coulthard, registadas nos s.eus anos de estreia em Macau.


Produzido em 4 verões (Português, Mandarim, Cantonense e Inglês), este documentário teve exibições na TDM, RTPi, Polónia, Coreia do Sul (KBS), Japão (Fuji TV), Nova Zelândia, Sri Lanka, Star Sports Satellite Network, Eurosport Channel, CCTV e várias estações regionais da China.


Capa e desdobrável do DVD ver mais


***Bayingyi, a Outra Face da Birmânia***

Projecto:

Documentário editado em DVD sobre as comunidades de luso-descendentes na Birmânia (Myanmar), um país de acesso muito difícil para as equipas de filmagem estrangeiras, devido ao regime austero imposto pela Junta Militar que governa o país com mão de ferro.

Duração: 2 horas


Função:

Realizador e Produtor.

Para além da realização, exerci as seguintes tarefas neste Projecto, com equipamento próprio:

- câmara

- edição/montagem em equipamento não linear

- sonoplastia e autoria da banda sonora

- masterização final para DVD, com som Dolby Digital

- design e artes gráficas: genérico do programa, produção de capas, folheto destacável e película para DVD


Data:

2002


Get Adobe Flash player

Descrição / Pormenores de Produção:

"Um país sem documentários é como uma família sem album de fotografias...este é um testemunho sobre um Povo que ousou desafiar o esquecimento".


A Birmânia (Myanmar) é um dos países mais fascinantes do Sudeste Asiático. É uma estranha nação do Oriente que vive quase em completa reclusão há mais de trinta anos. Este filme é o resultado de uma intensa e completa investigação histórica centrada numa das mais enigmáticas minorias da Birmânia: os Bayingyi. Apresentam características únicas - têm olhos claros, peles revestidas de pelos e narizes proeminentes, que os diferenciam do padrão étnico e genético nacional. Reclamam ser descendentes de Portugueses. Já não falam português e encontram-se integrados na sociedade birmanesa, - contudo, numa coisa, permancecem diferentes do resto do país: - são cristãos, expressando a sua fé com uma paixão e fervor sem paralelo no resto do mundo. O Natal é um período especial em que todos se juntam para demonstrar a sua fé em rituais e procissões  que julgávamos perdidos no tempo. Para documentar as actividades diárias das comunidades Bayingyi e traçar as suas origens históricas desde a época dos Descobrimentos, a equipa de filmagem conseguiu ter acesso a algumas regiões remotas da Birmânia (com o apoio da Igreja, para evitar dissabores com as autoridades) e também a algumas das cidades com ligações fortes aos Bayingyi: Rangum, Mandalay, Pegu, Sirião, Moulmein, Martavão, Bagan, Schwebo, Ava e Amarapura, que constituem alguns dos locais que pode apreciar neste deslumbrante e memorável filme.


Produzido em 3 versões (Português, Inglês e Cantonense), este documentário teve exibições na TDM e RTPi e foi selecionado pelo Festival de Niepokalanów (Polónia).


Capa e desdobrável do DVD ver mais

***A Pérola do Oriente - um olhar sobre Macau***

Projecto:

Documentário editado em Laser Disc sobre Macau.

Duração: 2 horas


Função:

Realizador e Produtor.

Obs. O texto para narração foi da autoria do jornalista Luis Cunha.  A narração é de Ausenda Maria e Helder Fernando. A Coordenação Executiva e Selecção Musical do projecto esteve a cargo de José Moças.


Data:

1996





Descrição / Pormenores de Produção:

Filme com 2 horas de duração, que constitui o primeiro registo editado sobre Macau em formato digital "Laser Disc". Este trabalho foi apresentado de forma ininterrupta, em écrã gigante na EXPO 98 - Lisboa, no pavilhão da UNIÃO LATINA.


Um projeto que contou com a participação especial do Grupo de Danças e Cantares do Clube de Macau.


Uma obra dividida em 6 capítulos que pretende ser um registo sobre a presença portuguesa em Macau, antes da transferência de administração para a China.


1- A CIDADE DOS MIL ROSTOS

Situa geograficamente o Território e a Região onde se insere. A vocação de Macau enquanto pólo de atracção internacional. O fascínio de uma terra singular e em rápido crescimento.


2- NA CALÇADA DA HISTÓRIA

Miguel Torga escreveu nos seus diários que Macau é um "desafio ao entendimento". Na realidade, para reconhecer os signos do Presente é preciso encetar uma viagem ao Passado. Uma viagem de quatro séculos, no caso de Macau. Recheada de aventuras, mas sempre sob o signo da amizade e entendimento entre dois povos que, juntos, souberam dar uma lição de Humanidade ao Mundo.


3- GENTES, RITOS E COSTUMES

A diversidade das gentes de Macau e dos seus ritos e costumes é a sua maior riqueza. Um Território que aprendeu, há muito, a abrir os braços a todos os que o demandam. Onde a tolerância gnaha expressão prática no quotidiano. Espaço de liberdade religiosa e convívio étnico.


4- PATRIMÓNIO CULTURAL

A memória das pedras a recordar os homens que, ao juntá-las e erguê-las, escreviam a História. A preservação e conservaçõa do património ímpar do Território. Uma identidade própria na Ásia.


5- CIDADE DE CULTURA E DIVERSÕES

Macau oferece espectáculos culturais e desportivos de grande projecção ao longo do ano. A cidade que nunca dorme, coloca à disposição dos visitantes uma vasta gama de diversões. Motivos mais que suficientes para visitar o Território.


6- UMA JANELA PARA O FUTURO

Dispondo de modernas infraestruturas, o Território prepara-se para entrar pela porta grande no século XXI. Uma breve visão sobre a cidade em permanente mutação e o esforço de desenvolvimento realizado nos últimos anos.


Capa do Laser Disc ver mais


***O Junco - A Imperfeita Perfeição***

Projecto:

Documentário

Duração: 1 hora.


Função:

Realizador, Produtor e Autor do texto.

Obs. Primeiro programa da TDM realizado em co-produção com uma estação estrangeira, no caso concreto, a Guangdong TV (GDTV).


Data:

1986


Get Adobe Flash player

Descrição / Pormenores de Produção:

Com uma permanência imutável de cerca de dois mil anos na rota dos mares e rios, o Junco tem um lugar destacado na história da navegação à vela, sendo considerado a imperfeita perfeição da tecnologia marítima.


Na atualidade já é difícil traçar a sua elegante e romântica presença, inclusivé em locais onde abundavam como é o caso de Macau.


O Junco é uma embarcação que atrai pela beleza e graciosidade das suas formas antigas. As velas membranadas assemelham-se a um leque a flutuar sobre a água.


O Junco dominou o tráfego marítimo um milénio antes de Portugal e as nações europeias terem aperfeiçoado a arte de navegar. Para a época apresentava inovações marítimas como a utilização de um sistema de velas múltiplas, compartimentos estanques de segurança no interior do casco, leme facilmente manobrável e uma popa elevada. Nessa altura os europeus só se aventuravam na navegação ao longo da costa e em barcos abertos e de pequeno calado. Todavia quando a China Imperial se alheou dos avanços científicos registados na Europa nos últimos cinco séculos o Junco tornou-se uma sombra de si próprio - uma peça de musueu e desde então tem permanecido como uma relíquia do mar. A presença e constatação das suas velas nos mares vai rareando - talvez para nunca mais voltarem a ser desfraldadas ao sabor dos ventos.


Após inúmeros quilómetros percorrids no interior da República popular da China foi possível a uma equipa da TDM ter acesso à pequena cidade piscatória de Sam Mei onde existem alguns imponentes juncos de três mastros.


Este é o primeiro registo em documentário das actividades de uma família chinesa a bordo de um junco.


Neste programa são também apresentados alguns dos factos mais relevantes referentes à História do Junco ao longo dos séculos, nomeadamente, as viagens transoceânicas do almirante Zheng He, que antecederam as primeiras viagens das cararavelas portuguesas em uma década.


Produzido em Português e também com legendas em chinês.


Este documentário teve exibições na TDM, Guangdong TV (GDTV) e Canal 1 da RTP.


Foi seleccionado para o Festival de La Rochelle, Douarnenez, Festival da ABU, Mostra Atlântica e foi escolhido para o banco de programas da URTI.


Catálogo ver mais


***Lorcha na Rota do Sol Nascente***

Projecto:

Documentário filmado no Japão, em locais como Kagoshima, Omura, Tanegashima e Nagasaki.

Duração: 1 hora.


Função:

Realizador e Produtor.

Obs. Texto para narração da autoria do jornalista Avelino Rodrigues. Narração do jornalista Paulo Coutinho.


Data:

1988


Descrição / Pormenores de Produção:

As filmagens acompanharam a viagem inaugural da Lorcha Macau ao Japão, onde representou o Território no célebre Festival da Espingarda, na ilha de Tanegashima, no auge das celebrações dos 500 anos dos Descobrimentos Portugueses.


Uma lorcha é um barco com cerca de 20 metros que conjuga tecnologias de construção naval chinesas e portuguesas. Cascos inspirados nas caravelas; velas e mastros adaptados dos juncos.


Era muito usada em Macau para transportes de pessoas e mercadorias, e também entre Macau e o Japão.


É pois a reconstituição de uma viagem entre essas duas terras que nos mostra este documentário. Primeiro constrói-se a lorcha, segundo os modelos antigos. Depois é fazê-la ao mar para a travessia, que dura cerca de 15 dias com várias escalas.


Neste belíssimo trabalho assistimos não só à viagem até ao Japão, como ficaremos a saber como se faziam as antigas viagens, como eram os costumes dos macaenses e dos japoneses, o que transportavam e os problemas do percurso.


Este documentário teve exibições na TDM, CCTV (200 milhões de audiência) e Canal 1 da RTP, sendo a sua exibição repetida periodicamente noutros canais da RTP.


Foi seleccionado para Festival de La Rochelle, Douarnenez, Mostra Atlântica e Festival da ABU.


***Musik Van Ende Der Welt***

Projecto:

Documentário filmado em Macau e Hong-Kong durante o III Festival Internacional de Música de Macau

Duração: 70 minutos.


Função:

Co-Realizador com Gunther Bock (NDR)


Data:

1989

Descrição / Pormenores de Produção:

Musik van ende der welt (Música do fim do mundo) é o cartão de visita de um projecto singular no campo das co-produções da TDM. Trata-se de um filme de 70 minutos, co-produzido pela TDM e pela poderosa estação alemã NDR (Nordeutsche Rundfunk) a propósito de Macau, do Oriente ("o fim do mundo, o outro lado do mundo", segundo uma perspectiva ocidental") e do Festival de Música.


Com uma qualidade de produção extremamente cuidada, este filme rodado em 16mm faz uma baordagem das múltiplas vivências, o cruzamento de culturas e o peso da História, que o "pequeno grande mundo" de Macau patenteia.


Macau, o seu exotismo, a captação do pulsar de um Território num filme cujo fio condutor e ponto de referência é o Festival Internacional de Música. Destaque-se, a este propósito, os curiosos depoimentos do Padre Teixeira, do maestro Sandór Végh, do musicólogo Peter Cossé, tendo como pano de fundo a cidade de Macau.


Uma produção que para além da emissão na TDM, foi emitida pela NDR e pela seu satélite europeu (abrangendo a Suíça, Áustria, Holanda, Bélgica, Luxemburgo, Itália, Polónia e República Checa) para uma audiência estimada de 70 milhões.


Esta co-produção TDM/NDR teve 2 realizadores que organizaram e dirigiram o trabalho da seguinte forma: Luis Nestor Ribeiro para as situações musicais e Gunther Bock para as sequências exteriores e depoimentos recolhidos em Macau


***Série de Documentários "O Ocidente No Oriente"***

Projecto:

Documentários filmados nas Filipinas, Hong-Kong e Macau, no âmbito das celebrações dos 500 anos de Descobrimentos Portiugueses.

Duração de cada episódio: 1 hora.


Função:

Realizador e Produtor.

Obs. Textos para narração da autoria do jornalista João Guedes.


Data:

1998


Programas produzidos:

Macau nos Cantos da Memória, com Austin Coates, Charles Boxer, Sanjay Subrahmaniam, José Hermano Saraiva e Beatriz Basto da Silva.

Filipinas - de Magalhâes à Paixão da Semana Santa

A Companhia em Macau (Os Jesuítas)

A Alma Lusa de Hong-Kong

O Testamento de Robert Ho Tung


Descrição / Pormenores de Produção:

Autor em parceria com o jornalista João Guedes, da série de filmes sobre a Presença Portuguesa em Hong-Kong, Filipinas e Macau “O Ocidente no Oriente”, em que fui responsável pela Produção/Realização. Esta série teve o Alto Patrocínio da Comissão Territorial de Macau para as Comemorações dos Descobrimentos Portugueses.


Programas emitidos pela TDM e RTPi.


***1984-2004 TDM - 20 Anos de Emissões em Macau***

Projecto:

Documentário editado em DVD (edição limitada)

Duração: 1 hora.


Função:

Realizador e Produtor.


Data:

2004


Descrição / Pormenores de Produção:

Um projecto que pretendeu contar a história da TDM, analisando o impacto que a televisão teve na sociedade de Macau, ao fim de 20 anos de emissões regulares.


Produzido em 2 versões (Português e Cantonense)


Para além dos documentários acima referidos, também realizei e produzi os seguintes:


Juntos por um Macau Melhor - Clip Institucional emitido nos dois canais da TDM (2004)




Grande Prémio de Macau, Um Circuito de Campeões - documentário de 25 minutos encomendado pela Comissão Organizadora do Grande Prémio à TDM que pretende analizar a participação das grandes estrelas do desporto automóvel que correram no circuito de Macau, com destaque para Ayrton Senna, Michael Schumacher, Mika Hakkinen, Ricardo Patrese, David Coulthard, Ralf Schumacher, Jacques Villeneuve, Pedro Lamy, Ron Haslam, Kevin Schwantz, entre outros. Produzido em 4 versões: português, cantonense, mandarim e inglês (2004)


Macau, Marcas da Lusofonia - documentário de 30 minutos, produzido para o I.P.O.R. sobre a Festa da Lusofonia, que se celebra anualmente em Macau. Texto da autoria do Dr. Paulo Godinho. Emitido pela RTPi (2000)


Jardins e Arte Paisagística em Macau - documentário co-produzido com o arquitecto Francisco Caldeira Cabral para ilustrar e divulgar a sua obra concretizada em Macau (1999)


Macau - Vídeo Institucional sobre Macau de 25 minutos, utilizado nas acções promocionais do Governo de Macau no exterior, com uma montagem baseada exclusivamente no ritmo musical da banda sonora - realizado propositadamente sem narração. Foi adquirido pelo Museu de Macau para exibição pública. Foi também editado em VHS e comercializado na Livraria do Instituto Português do Oriente (1998)


TDM 1984-1994, 10 anos ao serviço de Macau - documentário de 2 horas sobre a História da TDM, com depoimentos dos principais protagonistas do Projecto, incluindo o Governador Almeida Costa (1994)


Gente do Mar, Contos de A'Magao - documentário de 25 minutos sobre as actividades das tancareiras no Porto Interior de Macau (1991)


Macau, A Porta do Oriente - documentário promocional de 25 minutos sobre a História e o cosmopolitismo de Macau, que serviu de apresentação de Macau nas principais cadeias da Europa (audiência estimada em 300 milhões, em primetime durante o Natal), no âmbito da edição especial de Natal dos Jogos Sem Fronteiras (1990)


Rio das Pérolas, Faina Fluvial - documentário de 25 minutos sobre a população flutuante de Macau. Emitido pela RTP1 e apresentado na Mostra Atlântica (1989)


A Educação em Macau - série de 6 documentários de 25 minutos, produzida para a Diirecção dos Serviços de Educação, mediante Protocolo estabelecido com o seu Director, Dr. Jorge Loureiro. A autoria dos textos é do Dr. Luís Carmo e o Dr. Alexandre Rosa foi o coordenador-geral do projecto (1988)


Artes e Fainas da Pesca - série de 4 documentários de 15 minutos, encomendada pelo Museu Marítimo de Macau, para exibição pública (1987)

- Artes e Fainas da Pesca

- Tancares e Tancareiras

- População Flutuante

- Os Juncos


O Som, A Imagem no Circuito da Guia - documentário de 25 minutos sobre os bastidores do Grande Prémio de Macau. Emitido pela RTP1 (1986)


Ritmos da Cidade - série de 6 documentários de 25 minutos, sobre locais e espaços característicos de Macau e as suas histórias. Emitidos pela TDM, CCTV e RTP1 (1987)

- O Mercado Vermelho

- O Yum Cha

- A Noite em Macau - as bandas e orquestras de Macau

- O Amanhecer em Macau

- A População Flutuante

- A Luta de Pássaros

catálogo ver mais


Um Dia Na Vida de... - série de 6 documentários de 25 minutos, com temas relacionados com a vivência em Macau. Emitidos pela TDM e RTP1 (1986 e 1987)

- Um Pescador do Rio das Pérolas

- Um Farmacêutico Chinês

- Um Mestre de Tai Chi

- Um Vendedor de Pássaros

- Um Construtor de Juncos

- Um Português Radicado em Macau


Falar Macau - colaboração na realização de vários documentários da série produzida por Mira Godinho em 1984 e 1985. Série emitida na TDM e RTP1.